Notícia

Um caderno de reclamações para a primeira infância

Um caderno de reclamações para a primeira infância


We are searching data for your request:

Forums and discussions:
Manuals and reference books:
Data from registers:
Wait the end of the search in all databases.
Upon completion, a link will appear to access the found materials.

Para combater os "Estados Gerais da Infância" lançados pelo governo há algumas semanas, quase 80 associações e organizações de defesa das crianças apresentaram ontem suas declarações "gerais". Com um objetivo: denunciar uma política familiar atual que esteja errada. (Notícias de 27/05/10)

Em 16 de fevereiro, Nadine Morano, Secretária de Estado para a Família, lançou os Estados Gerais da Infância. O objetivo? Crie um grupo de trabalho para garantir melhor proteção às crianças. Um projeto cujas conclusões ainda são aguardadas, mas que não convenceram as principais partes interessadas.

Estados gerais da infância

  • De fato, quase 80 associações e organizações, que julgaram esses estados geralmente insuficientes e "caricaturas", reuniram-se nas últimas semanas para escrever um livro de queixas, reunindo 112 pontos para melhorar: "Nós imaginávamos o que, para todos nós, estaria acontecendo. não em questões de política infantil e o que poderia e deveria ser melhorado ", explicou Sylviane Giampino * ontem, durante a apresentação dessas queixas.

Melhorar a causa das crianças

  • Entre os muitos assuntos apontados Por esses estados "gerais" para crianças, encontramos, entre outras coisas: as condições de acolhimento de crianças pequenas, degradantes, a eliminação da posição de Defensor Infantil, a diminuição do número de professores, a desqualificação dos profissionais. primeira infância ou má integração de crianças em dificuldade, especialmente crianças com autismo.
  • Este livro de reclamações será enviado ao presidente da República e apresentado a grupos parlamentares e associações de representantes eleitos locais.

Mais informações em: //generalstatisticsforlawning.blogspot.com

Stéphanie Letellier

* Psicóloga, membro da A.NA.PSY.pe (Associação Nacional de Psicólogos da Primeira Infância) e o coletivo "pasde0deconduite"